Undó Aigô – curta-metragem com exibição gratuita na Semana Ousada

24/09/2010

para ampliar, clique sobre a imagem

O vídeo – com duração de 27 min. – faz parte da Mostra de Curtas UDESC, que acontece dentro da programação de cinema da 3a Semana Ousada de Artes UFSC e UDESC.

A programação completa e as sinopses estão no site: http://www.semanaousada.ufsc.udesc.br/

Sexta-feira, 24 de setembro, às 19h, na Arena do CEART/UDESC. Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Evento aberto ao público.

Anúncios

Exposição coletiva NOVa põe na roda produções em vídeo, fotografia e texto

06/10/2009

Imagem enviada por Tiaraju Verdi:

para ampliar, clique na imagem

para ampliar, clique na imagem

Texto enviado por Letícia Weiduschadt:

NOVa é uma exposição que apresenta reconstruções de performances orientadas para fotografia e vídeo. Exercícios como esses tem sido uma das formas que elegemos para pesquisar o acervo de performances nas artes visuais dos anos 1960 até o presente, constituído grande parte por documentos, como fotografias, filmes, vídeos, depoimentos escritos e descrições. É importante ressaltar que, frequentemente, o acesso que temos a este tema é através desses documentos. Como artistas, estudantes, historiadores ou teóricos da arte, nosso repertório tem sido construído a partir dessa série de
registros.

Reconstruir performances implica, evidentemente, numa série de acomodações: a primeira delas, conforme a escolha do trabalho, o que temos como acesso são apenas traços da ação, compostos basicamente por descrições ou imagens coletadas em livros e catálogos. A segunda, e sem dúvida de maior importância, é que o trabalho escolhido será refeito por um outro performer. Ou seja, há um outro modo de expressão e interpretação aí contidos. Nesse sentido, as reconstruções ou re-interpretações, aqui presentes, mostram uma lógica de pensar a performance nas artes visuais como uma partitura musical.

Participam dessa exposição: Ana Clara Jolly, Carolina Rögelin, Fernando Weber, Genoína Battistini, João Rosa, Karina Segantini, Letícia Weiduschadt, Maíra Dietrich, Marina Borck, Priscilla Menezes, Rosana Rocha, Tiaraju Verdi e Vinicius Nepomuceno com produções em vídeo, fotografia e textos, desenvolvidos em 2008 e 2009, na oficina de estudos de performance ministrada no CEART/UDESC por Regina Melim.

Nosso objetivo em mostrar essas re-construções, somado ao fato de ser a via que elegemos para o estudo e a pesquisa da história da performance nas artes visuais, é que esses exercícios possam se configurar como um modo de representação e preservação de uma forma de arte efêmera por natureza.

Outubro de 2009.

O quê: Exposição NOVa
Quando: Abertura dia 7 de outubro às 19h. Conversa com artistas e curadoria dia 15 de outubro às 18h.
Onde: Memorial Meyer Filho. Praça XV de Novembro, 180 – Centro, Florianópolis (Esquina com a Rua Tiradentes).

Horário de funcionamento: das 10h às 18h, de segunda à sexta.


Território Improvável – proposta de percurso/ação

15/09/2009

convite virtual percurso ação

Recebi hoje e divulgo porque a proposta de intervenção artística é muito interessante:

Improvável Grupo convida a todos para um percurso/ação a se realizar neste sábado, 19.09, às 14h.

O ponto de encontro é no Memorial Meyer Filho (prédio do Arquivo Histórico de Florianópolis, próximo à Praça XV) com saída às 14h30. O percurso integra a proposta Território Improvável que concebe o espaço urbano como ativador de percepções múltiplas.

O destino é um casarão abandonado na avenida Mauro Ramos (próximo ao shopping Beira-Mar). Este espaço deu origem às fotografias e aos objetos apresentados no Memorial Meyer Filho. A proposta agora é que os participantes deste percurso possam criar suas próprias ações e imagens partindo deste mesmo ambiente. Como trazer visibilidade a um espaço em situação de abandono? Objetos, figurinos, produção de imagens, performances…
Traga máquina fotográfica, filmadora, ideias…

Improvável Grupo
Bruno Ropelato, Juliana Crispe, Marina Borck, Monique Bens e Tiaraju Verdi


Território Improvável – exposição coletiva aberta

27/08/2009
para ampliar, clique na imagem

para ampliar, clique na imagem

O QUÊ: Exposição coletiva TERRITÓRIO IMPROVÁVEL

QUANDO: de 27 de agosto a 11 de setembro, de terça a sexta-feira, das 10h às 18h.

QUANTO: Entrada franca, grátis.

ONDE: No Memorial Meyer Filho, no Centro de Florianópolis. Praça XV, esquina com a Rua Tiradentes.

CONTATO: nuneskll@gmail.com

Recebi da curadora, Kamilla Nunes. Transcrevo abaixo:

Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: