Cultura em Floripa: grupo é meio de divulgação e proposição de atividades culturais e artísticas na cidade

31/08/2011

 

Floripa não é só praia

 

Está em atividade o grupo Cultura em Floripa, no Facebook, há alguns meses. Suscitou muitas adesões e conta, neste momento, com mais de 700 membros. A participação é aberta.

Lá têm acontecido interações proveitosas entre as pessoas que produzem, divulgam e apreciam a fruição cultural na cidade.

Diz a descrição:

“A finalidade do grupo é servir como meio de divulgação e proposição de atividades culturais na Ervilha da Magia (e nos 3% continentais da cidade também). Vale sempre lembrar que, em Florianópolis, costumamos reclamar muito, mas as coisas acontecem. O que falta é que as pessoas fiquem sabendo e frequentem.

Por favor, um pedido aos membros: ao publicar no mural do grupo, pensar sempre se a postagem cabe no foco que temos por aqui e é, como dito acima, propor e divulgar atividades artísticas e culturais na cidade. Caso o tema seja outro, existem muitos outros lugares adequados. Por aqui, seria interessante mantermos a relevância temática.

A fotografia (por Felipe Obrer) usada na página do grupo é ilustrativa: um bate-estacas que ultrapassa em altura a torre da catedral. Não somos santos, mas vamos fazer mais barulho do que a construção (ci)vil.

É bom ter clareza, também, de que esta rede social é apenas uma parte da internet, e que a internet é apenas uma parte, feita de bits, não átomos, da vida. Convém passar adiante as notícias pessoalmente, sempre! O que nos faz humanos é a presença real.”

Usa Facebook? Quer saber o que está acontecendo na cidade, para além das críticas e do pessimismo ressentido? Quer fazer parte de uma rede que articula ações e fomenta as coisas bacanas que acontecem, desfazendo o mito de que a Ilha de Santa Catarina tem que viver só do turismo de praia? Podemos fazer da cultura, na cidade, um belo atrativo também.

 

Para quem acha que só internet não basta, está em articulação um encontro presencial para breve.


Seminário África: Diálogos entre Literatura, História e Artes

18/11/2010
—-
===
===
Seminário de Formação África: diálogos entre história, literatura e arte.

É um continente que já esteve atrelado ao nosso quando as placas tectônicas ainda não haviam produzido espaço para o oceano entre África e América. Voltou, humanamente, a estar, e está para sempre, é aqui também, assim como o Haiti.

Vale saber mais, e descobrir que as generalizações que ouvimos sempre, como se houvesse um só negro, uma só África, dão conta apenas de criar um estereótipo (diz o José Ângelo Gaiarsa que estereótipo equivale a hábito perceptivo). Talvez participar do seminário sirva para mudar a percepção, perceber a diversidade e abrir algum horizonte em que negro seja nome para etnias várias, multiculturais.

A propósito, vale ouvir Danç-Êh-Sá, antepenúltimo disco do Tom Zé, em que 80% dos ritmos e instrumentos são de origem africana, e cada faixa faz referência a uma revolta de nação africana. O nome do álbum é contração de Dança dos Herdeiros do Sacrifício.

===
===
—-
Para ver a programação, visite o site MuralÁfrica
Para inscrever-se, preencha o formulário acessível neste link.
Para saber o local em que acontecerá, clique aqui e veja mapa.

Estão abertas as inscrições para o Seminário África: diálogos entre Literatura, História e Artes. O evento ocorrerá no dia 19 de Novembro de 2010, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina, e as inscrições podem ser realizadas, gratuitamente, através do site:

http://www.muralafrica.ufsc.br/

As atividades acadêmicas e artísticas previstas na programação tratam das representações e influências das culturas africanas no Brasil. Além de temas relativos às culturas da diáspora negra e ao diálogo intercultural entre Brasil e África, o evento é uma oportunidade para um balanço crítico da situação atual desse diálogo. Para tanto, o evento contará com a participação de vários especialistas, dentre professores e pesquisadores da área, a fim de que se realize o debate sobre a literatura e história africana e afro-brasileira.

Mais informações sobre a programação e os certificados no site: http://www.muralafrica.ufsc.br/


Oficina prática em COMUNICAÇÃO COLABORATIVA e JORNALISMO CIDADÃO

13/10/2010

Para ampliar, clique na imagem

A oficina pode ser realizada individualmente ou em grupo, a qualquer momento e em qualquer parte da cidade de Florianópolis, conforme a demanda.

Esta é uma idéia (ainda acentuada enquanto a lei ortográfica permite, até 2012) que estava na cabeça há tempo.

A realização chegou agora.

Quando se trata de comunicação na internet, há dois extremos: blogs simples criados sem muitos recursos nem identidade própria ou sites ultra-high-tech, em flash ou afins, que custam os olhos da cara e mantêm os proprietários alienados de senhas, tendo que recorrer a um webmaster que os trata quase como reféns. Com esta proposta a intenção é viabilizar um meio termo cuja prioridade seja a comunicação eficaz, baseado no conceito de autonomia plena.

As datas estão em aberto, e serão definidas conforme a demanda. Há horários disponíveis tanto durante a semana letiva (à noite, entre 20h e 21h30) ou nos finais de semana. O espaço locado para ministrar a oficina tem 7 computadores disponíveis, com acesso à internet em banda larga. Para participar, não é necessário ter nem levar laptop próprio.

Em suma: entre sem site ou com um blog comum e termine a oficina com um site pronto, com o conhecimento necessário sobre como administrá-lo.

A quem acreditar na proposta, peço ajuda na divulgação (salvem o cartaz e republiquem no meio que quiserem).


Rodrigo de Haro dá palestra sobre relação entre Catarina (a Santa) e a obra de Vera Sabino

27/11/2009

Rodrigo de Haro escreveu Mistério de Santa Catarina. Vera Sabino, inspirada no livro, pintou seis imagens da santa.

As cores das pinturas motivam a palestra de Rodrigo, refazendo o ciclo, emaranhando Catarina e Vera.

O QUÊ: Palestra de Rodrigo de Haro, poeta e artista em sentido amplo, sobre a relação entre as criações de Vera Sabino e Santa Catarina.

QUANDO: A palestra acontece no dia 02 de dezembro, às 14h30.

QUANTO: As inscrições estão abertas. A contribuição é de 25 reais.

ONDE: Na Helena Fretta Galeria de Arte. Rua Presidente Coutinho, 532, Centro, Florianópolis.

CONTATO: Inscrições para a palestra podem ser feitas pelo telefone (48) 3223-0913 ou 3028-2345.

As pinturas de Vera Sabino estão expostas na galeria.

*Com informações de Fifo Lima


Barca dos Livros – programação do mês de setembro

02/09/2009

Barco do Seo Getúlio, na praia do Campeche (foto: Felipe Obrer)

Merece destaque o programa gratuito Viola e Histórias da tradição oral, que tem participação do violeiro Paulo Freire. Se não souber quem ele é e tiver curiosidade, leia entrevista que fiz com o violeiro há cerca de 2 anos.

Fonte das informações: Site da Barca dos Livros

A Escola vai à Barca – visita das escolas à Biblioteca, com sessões de leitura e narração de histórias
Agendamento prévio pelo telefone 3879-3208
Dias 02, 09, 16, 23 e 30 (quartas-feiras), às 10h, 14h e 16h, gratuito

Quintas Literárias – Ciclo de Leituras de Shakespeare
Obra: Hamlet – Leitura compartilhada, aberta a todos.
Coordenação: Tânia Piacentini
Dias 03, 10, 17 e 24 (quintas-feiras) das 19h às 21h, R$ 5,00 por sessão

Encontro com o Autor: Projeto de Leituras com o escritor Henrique Schneider, apresentando Contos da Vida Breve – Circuito Nacional.
Dia 05 (sábado), às 20h, gratuito

Causos Violados – Viola e histórias da tradição oral, com Paulo Freire
e Sergio Bello
Para crianças de todas as idades e adultos.
Dia 12 (Sábado), às 18h, gratuito.

Histórias na Barca dos Livros – Três passeios de barco na Lagoa da Conceição, com livros, leituras, narração de histórias e música, numa viagem inesquecível.
Dia 13 (domingo), às 15h, 16h e 17h. Crianças: gratuito; maiores de 16 anos: R$ 5,00

Sarau de Histórias – Contos Perfumados
Coordenação: Sergio Bello
Dia 26 (sábado), às 20h, R$ 5,00

Consultas e Renovações: consultas relativas ao acervo e renovações de livros podem ser feitas através do email: emprestimo@amantesdaleitura.org


Pra começar o dia (ou terminar a noite), Jodorowsky e a psicomagia (e um Leminski intrometido)

28/08/2009

LUME - (foto de Felipe Obrer sobre obra de Clara Fernandes - www.clarafernandes.com)

La psicomagia se basa en las siguientes premisas fundamentales:
-Fracasar no existe, en cada fracaso, cambiamos de camino.
-Para llegar a lo que eres, debes de ir por donde no eres.
-Llegar a ser lo que uno es, es la más grande felicidad.

En toda enfermedad hay:
-Una prohibición: Te prohiben ser lo que eres.
-Una falta de consciencia: Cuando no te das cuenta de lo que eres.
-Una falta de belleza, cuando pierdes la belleza enfermas.

Fonte: Site de Alejandro Jodorowsky

Tradução (sem aderir à nova vó ortografia):

A psicomagia se apóia nas seguintes premissas fundamentais:
-Fracassar não existe. Em cada fracasso, mudamos de caminho.
-Para chegar ao que és, deves ir por onde não és.
-A maior felicidade é chegar a ser o que se é.

Em toda doença existe:
-Uma proibição: Te proíbem ser o que és.
-Uma falta de consciência: Quando não te dás conta do que és.
-Uma falta de beleza, quando perdes a beleza adoeces.

___

Lembrei, por associação, do Paulo Leminski:

ISSO DE QUERER SER
EXATAMENTE O QUE A GENTE É
AINDA VAI
NOS LEVAR ALÉM


Biblioteca Barca dos Livros – programação de agosto de 2009

10/08/2009

A Barca dos Livros é um desses projetos que, assim como a Bilica, em Floripa, não se pode deixar de conhecer, apoiar e participar. Daqui por diante, o Obrér Cultural vai divulgar mensalmente a agenda da Barca.

Aqui vai a programação de Agosto:

Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: