Fotografias da Ilha – exposição de Felipe Obrer no Empório Mineiro – de 27/01 a 19/02

25/01/2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

A clássica: Ponte Hercílio Luz.

Alusão poética à Ilha de Santa Catarina: Barco de pesca, moça passando e trave de futebol (gol potencial).

Fortalezas coloniais: quartel da tropa, escadaria e pórtico de entrada, paiol da pólvora, casa do comandante, bateria de canhões e gaivota voando, na Ilha de Anhatomirim. Guaritas de observação na fortaleza de Santo Antônio, na Ilha de Ratones.

Cidade de praia: Campeche, Ilha do Campeche, areia, mar e céu com nuvens…

Igrejas: Catedral Metropolitana, no Centro, e Igreja de Nossa Senhora das Necessidades, em Santo Antônio de Lisboa (foto noturna com cão à contra-luz).

Sorte e frio: Amanhecer invernal na Costa da Lagoa.

Flores silvestres da mata de restinga.

Etc. etc. etc.

++++++++++++++++++++++++++++++++

A abertura, sem grande pompa, acontece na quinta-feira, dia 27 de janeiro de 2011. As quintas-feiras são dias de choro ao vivo no Empório Mineiro. As fotos entram oficialmente no cardápiio no meio dessa alegria musical.

================================

Haverá, expostas, fotografias emolduradas e sem moldura.

Fica o agradecimento à Gi e ao Danilo, proprietários do Empório Mineiro, na Lagoa da Conceição, que abriram o espaço para as imagens que produzo.

====================

Se referências valem de algo, convém dizer que já tive fotografias publicadas em uma reportagem na Revista da Folha de S. Paulo, e em duas matérias na Revista Problemas Brasileiros, editada pelo SESC e pelo Senac de SP. Além disso faço freelas na área cultural aqui na Ilha mesmo e tenho recebido muitos comentários elogiosos ao meu trabalho.

Costumo publicar na internet quase todas as imagens que produzo, em alta resolução, sob licença Creative Commons que autoriza o uso livre para finalidade não comercial.

=============================

Mais que tudo, agradeço à minha companheira de vida, Joana Knobbe, cuja presença desencadeia processos lindos.
Onde Fica

O Empório Mineiro é o café que fica na parte frontal do Via Lagoa Shopping, na Lagoa da Conceição.

RUA HENRIQUE VERAS DO NASCIMENTO 240 LOJA, 102
Florianópolis – SC, 88062-020
Quando Ir

27/1/2011 a 19/2/2011
Quanto Custa

As fotografias emolduradas, em ampliações de 20x30cm, custam R$ 50. As sem moldura saem por R$22
Link

https://obrer.wordpress.com

Contato

felipeobrer@gmail.com e 48 9992.0794

Anúncios

Em cartaz no Sol da Terra até segunda-feira 8 de fevereiro: Abraços Partidos, último filme de Pedro Almodóvar

04/02/2010

clique sobre a imagem para acessar site oficial

Leia resenha na revista Cinética

Onde: Espaço Cultural Sol da Terra, na Lagoa da Conceição (Afonso Delambert Neto, 885).

Quando: Todos os dias às 20h, até o dia 8 de fevereiro (segunda-feira).

Quanto: R$ 12 inteira, R$ 6 meia (estudantes e idosos). Às segundas e terças o preço é promocional (10 inteira, 5 meia).


Plasticine apresenta filmes surrealistas do Leste Europeu

08/12/2009

Por uma dessas muitas lacunas culturais que carrego, só conheço entre os citados na programação o iugoslavo Kusturica, por Underground, que é muito bom e nem nunca vi em outra mídia além do VHS (outro tempo, mesmo que pouco tenha passado, é elástico).

É isso. Sugestão muito boa, enviada por e-mail pelo Tiaraju Verdi, que participa do Plasticine, clube:

para ampliar, clique na imagem

Cinema surrealista do leste-europeu

15/12 terça-feira

A Fruta do paraíso

Ovoce stromu rasskych jime

Vera Chytilová (Checoslováquia, 1969, 99’)

O filme se desenvolve a partir do encontro de Adão e Eva em cenas fantásticas numa trama que mistura inocência, sexo e morte. Depois de serem expulsos do paraíso, Adão lê no jornal que um assassino de mulheres está à solta, e Eva sai em busca de pistas sobre o psicopata.

16/12 quarta-feira

WR – Misterije organizma

Dusan Makavejev (Yugoslavia, 1971, 100’)

O W.R. do título são as iniciais de Wilhelm Reich, psicanalista perseguido por Hitler que acreditava que não existe revolução política sem libertação sexual. Baseado nessa idéia, o filme é um drama com ar de documentário e mistura a vida de Wilhelm Reich a um triângulo amoroso político.

17/12 quinta-feira

Fausto

Jan Svankmajer (República Checa, 1994, 97 min)

Fantástica versão da obra de Goethe, o filme mistura atores humanos com marionetes, personificando o mito de Fausto em um homem comum contemporâneo.

18/12 sexta-feira

Valerie e sua semana de deslumbramentos
Valerie a týden divu

Jaromil Jires (Checoslovaquia, 1970, 73’)

Valerie acaba de deixar a infância e, mergulhada em seu sombrio mundo de fantasia,
inicia as descobertas da vida adulta. O difícil é distinguir o que é real do imaginado no mundo de Valerie, onde ela pinta tudo a sua volta com suas próprias cores.

19/12 sábado

Vida cigana
Dom Za Vesanje

Emir Kusturica (Yugoslávia, 1989, 142’)

Perhan é um cigano que mora com sua avó na periferia de Sarajevo. Apaixonado por Azra, seu sonho é ganhar dinheiro suficiente para poder casar-se com ela. O vagabundo Ahmed propõe a Perhan ir para a Itália, na tentativa de fazer fortuna rápido. O jovem aceita, e quando se dá conta já é prisioneiro de um mundo sem escrúpulos, cheio de mágoa, do qual ele não quer participar.

sempre às 20 horas, exceto quarta e sexta, dias em que as exibições acontecerão às 18h

Casa das Máquinas (pracinha da Lagoa da Conceição, ao lado do casarão Bento Silvério)

plasticineclube.blogspot.com

apoio: Fundação Franklin Cascaes
FUNCINE
Loja Cérebro – filmes raros 3204 8001


Mauricio Jorquera dá oficina de Clown diferente, na Casa das Máquinas

27/11/2009

Para ampliar, clique na imagem

Que tal misturar a filosofia dramática clown com a abordagem do contato-improvisação? Quer ver no que pode dar esse samba? Que tal convocar pessoas para ir à Casa das Máquinas?

O QUÊ: Oficina de Clown e contato-improvisação, com Mauricio Jorquera.

QUANDO: 28 e 29 de novembro, das 10h às 13h.

ONDE: Na Casa das Máquinas, espaço cultural que fica atrás do casarão Bento Silvério, na chamada Pracinha da Lagoa.

QUANTO: A oficina custa 35 reais.

No cartaz, mais informações sobre Mauricio Jorquera.


Abertura da exposição de arte contemporânea NÃO FOSSE ISSO ERA QUASE – fotografias

16/08/2009

NÃO FOSSE ISSO ERA QUASE, no Empório Mineiro (foto: Felipe Obrer)

Para acessar álbum com 33 fotografias da abertura publicadas sob licença Creative Commons (autorizadas reprodução, cópia e criação de obras derivadas, para finalidades não comerciais), clique aqui. Dica: no Flickr, clique no botão slideshow para ver apresentação.


Arte Contemporânea no Empório Mineiro, na Lagoa

12/08/2009
para ampliar, clique na imagem

para ampliar, clique na imagem

Coisas que se sabe: haverá show, na abertura, do Trio Borandá, que faz música brasileira (tem clarinete, voz, bateria e violão). Além disso se sabe também que haverá intervenções temporárias, como gemas de ovos penduradas no teto, exploração da tridimensionalidade por uma fotógrafa que decidiu lidar com mais que apenas foto e, por último, dessas coisas curiosas, sabe-se que um cara vai fazer uma dança estranha, com movimentos corporais imprecisos e incomuns. Só por esses detalhes já vale ir à abertura.

Abertura 14 de agosto de 2009 às 20h……………………Horário de visitação Segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingo, das 12h às 21h…………………..De 14 de agosto a 10 de setembro de 2009…………………..Empório Mineiro Café Via Lagoa Shopping. Rua Henrique Veras do Nascimento, 240 / Loja 106 A. Lagoa da Conceição, Florianópolis. (48) 3232-0931 (48) 3232-0931 …………………..Apoio: Empório Mineiro Café e Instituto Meyer Filho

Abaixo, texto e imagens de divulgação:

Continue lendo »


Ermanno Panta, italiano residente em Floripa, dá Oficina de Instrumentos e Ritmos Mediterrâneos

12/08/2009

Ermanno Panta (foto: Felipe Obrer)

Pós acontecido: fotografias da oficina.

O QUÊ: Oficina de Instrumentos e Ritmos Mediterrâneos, com Ermanno Panta.

QUANDO: Sexta-feira, dia 14 de agosto, das 16h às 18h.

ONDE: Espaço Cultural Sol da Terra, na Lagoa da Conceição. Av. Afonso Delambert Neto, 885.

QUANTO: R$ 10,00

CONTATO: 48 3232 2303 (Sol da Terra) ou hermanotano@hotmail.com

O texto de divulgação:

Oficina de Instrumentos e Ritmos Mediterrâneos

Pandeiros Mediterrâneos (Bendir árabe e Tamburello italiano) abrangendo as técnicas de tocar pandeiro na vertical e suas potenciais aplicações na música brasileira. Introdução ao cajón e aos principais ritmos (palos) de Flamenco. Se estudará a maravilhosa complexidade rítmica dos palos do grupo de soleà (ritmos de 12 tempos).

Clique aqui para assistir vídeo do Trio Naima, com Ermanno Panta tocando cajón.


%d blogueiros gostam disto: