Os fortes da ilha – reportagem na revista Problemas Brasileiros

30/01/2012

Os fortes da ilha – reportagem na revista Problemas Brasileiros.

Anúncios

Teatro, música e contação de histórias no SESC Prainha esta semana

27/11/2010

Programação Cultural

De 27 de novembro a 05 de dezembro

EMOÇÕES BARATAS

(ou eu te amo glória pires)

 

Sábado, dia 27/11

Horário: às 19:00h

Teatro

Classificação etária: adulto

Gratuito

 

O filho único da melhor cabeleireira do bairro foi criado para se tornar um artista famoso. Em seu mundo delirante ele é um cantor das multidões e namora a maior estrela da televisão brasileira. Mas uma misteriosa tragédia familiar coloca em dúvida o talento e a sanidade do rapaz. Sua única alternativa é fazer de seu depoimento o maior show da sua vida.

Emoções Baratas (ou Eu Te Amo Glória Pires) foi criado a partir do texto de Gregory Haertel como um solo tragicômico e musical, onde drama e humor negro se confundem num universo construído a partir de referências à cultura pop e à obscura estética kitsch da transição entre os anos 70 e os 80.

Ficha Técnica:

Texto de GREGORY HAERTEL / Atuação: DANIEL OLIVETTO /  Direção: RENATO TURNES / Assistência de Direção: VICENTE CONCÍLIO / Adaptação, Figurinos, Cenário e Desenho de luz: DANIEL OLIVETTO e RENATO TURNES / Preparação Musical e Edição de Som: EDUARDO SERAFIN / Trilha Sonora: RENATO TURNES / Voz em off: RENATO TURNES (professor de teclado) e LARISSA SCHMIDT (Repórter) / Cenotécnico: SANDRO CLEMES / Confecção de Figurinos: CHICO ALFAIATE e DANIEL KUMAGAI /

 

 

LUISA


 

 

Sábado, dia 27/11

Horário: às 20:00h

Teatro

Classificação etária: adulto

Gratuito

 

Luisa é um solo teatral que nasceu de uma parceria entre três artistas: as atrizes Sandra Knoll, Barbara Biscaro e o cenógrafo Roberto Gorgati. A iniciativa, que partiu do desejo da atriz Sandra Knoll de encenar o texto do dramaturgo argentino Daniel Veronese, foi consolidada de modo que o espetáculo pudesse dar voz e liberdade em cena a esta atriz que conta a história da personagem e que ao mesmo tempo desenvolve uma dramaturgia pessoal em torno do universo proposto pelo texto. É uma encenação que foi concebida para ser realizada tanto em teatros quanto em espaços ao ar livre e não teatrais, com o objetivo de dialogar com diferentes locais, como fachadas de casas, jardins ou  patios e tem um caráter intimista, com uma capacidade de público reduzida para proporcionar proximidade entre o espectador e a cena.

Ficha Técnica:

Texto: DANIEL VERONESE / Direção: BARBARA BISCARO / Atuação: SANDRA KNOLL / Cenário e Figurino : ROBERTO GORGATI / Traduçao do texto: ANDRÉ CARREIRA / Adaptação do texto: SANDRA KNOLL / Consultoria em língua estrangeira: ESTEBAN CAMPANELA

 

 

CONTOS NOTÍVAGOS


 

 

 

 

Sábado, dia 27/11

Horário: às 21:00h

Teatro

Classificação etária: adulto

Gratuito

Contos Notívagos é baseado em contos do contemporâneo escritor argentino Alejandro Dolina, que retrata personagens e lugares comuns de seu bairro, sempre com uma visão mítica, fatalista e ao mesmo tempo cínica do mundo.

Ficha Técnica:

Baseado nos contos de ALEJANDRO DOLINA / Manipulação, Direção e Dramaturgia: MARCELO F. DE SOUZA / Assistência de Direção: DANIEL OLIVETTO / Trilha Sonora: RENATA SWOBODA / Adereços: MARCOS ARAÚJO / Desenhos: CRISLAINE GRUBER e EVANDRO LINHARES

GLAUCO SÖLTER


Domingo, dia 28/11

Horário: às 20:00h

Apresentação Musical

Classificação etária: livre

R$ 0,50 (comerciários e estudantes), R$0,90 (empresários e conveniados) e R$ 1,00 (usuários)

 

O contrabaixista Glauco Sölter, cascavelense radicado em Curitiba, é um dos músicos mais versáteis em atividade no Paraná, e agora expande as suas atividades para outros países. O músico acaba de voltar de uma turnê pela França e Itália, e está lançando o CD “Glauco Sölter Promo”, uma coletânea de seus 4 trabalhos lançados. O álbum tem a participação de diversos músicos influentes, tais como Raul de Souza, Gabriel Grossi, Hermeto Pascoal, Proveta, entre outros.

No show de lançamento em Florianópolis, Sölter estará ao lado do guitarrista Leandro Fortes e do baterista Mauro Borghezan

MUSICÂMARA


Terça-feira, dia 30/11

Horário: às 20:00h

Apresentação Musical

Classificação etária: livre

R$ 0,50 (comerciários e estudantes), R$0,90 (empresários e conveniados) e R$ 1,00 (usuários)

O Grupo é formado por músicos que participam do Programa de Pós-Graduação em Música da UDESC e orientado pela pianista Bernardete Castelan Póvoas. O programa apresentado é resultado do trabalho em Repertório Camerístico (disciplina). O repertório é constituído por peças para duos de piano, piano e viola, flauta e guitarra elétrica e trios e foi selecionado a partir da especificidade instrumental de cada participante, com ênfase na música brasileira e dos séculos XIX e XX. A maior parte do repertório deste recital terá sua primeira audição em Florianópolis. Do programa fazem parte obras dos compositores Gabriel Fauré (1845–1924), Sergei Rachmaninov (1873-1943), Béla Bártok (1881-1945), Osvaldo Lacerda (1927), Edino Krieger (1928), Marlos Nobre (1939-), Claude Bolling (1930), Estércio Marques Cunha (1941), Witold Lutoslawski (1957), Radamés Gnatalli (1906-1988).

Músicos participantes: Allan Medeiros Falqueiro (Guitarra Elétrica), Débora Costa Pires (Flauta Transversa, Mauren Frey (Piano), Michel Antoniolli (Piano), Rubens Marques Farias (violino),  Maria Teresa Remor Silva (Piano) Bernardete Castelan Póvoas (Piano)

 

 

 

CORAL DA UDESC


Quarta-feira, dia 01/12

Horário: às 20:00h

Apresentação Musical

Classificação etária: livre

R$ 0,50 (comerciários e estudantes), R$0,90 (empresários e conveniados) e R$ 1,00 (usuários)

Esta apresentação marca o encerramento das atividades do coral em 2010. Música brasileira foi o repertório escolhido para a temporada deste ano, incluindo canções populares, folclóricas, sacras e eruditas. A realização musical do grupo envolve sonoridades e dinâmicas diversificadas, com música a capella, percussão corporal e outros efeitos. O grupo explora a música através de diferentes formações e do movimento dos integrantes pelo palco. O Coral da UDESC tem a preparação vocal da professora Alicia Cupani e preparação corporal de Bárbara Biscaro. O regente é Sergio Figueiredo.

contos de natal

 

 

Sexta-Feira, Sábado e Domingo, dias 03, 04 e 05/12

Horários:

Sexta-feira às 15:00h

Sábado e Domingo às 16:00h

Contação de Histórias

Classificação etária: livre

Gratuito

A partir de histórias do folclore brasileiro, a atriz Luiza Lorenz e o músico Carlinhos Lear realizam um espetáculo de contação de histórias para todas as idades.

Para todos os espetáculos retirar ingressos com antecedência na Central de atendimentos, ou uma hora antes do espetáculo em frente ao Teatro.

 

Fonte:

Setor de Cultura
SESC Florianópolis
(48) 3229-2208 / 3229-2209
Trav. Syriaco Atherino, 100, Centro – 88020-183


Pode haver quem não conheça o Teatro SESC Prainha. Eis o mapa:


Tom Zé, finalmente de novo, na Ilha! – a céu aberto e grátis!

06/11/2010

No dia 13 de novembro, às 21h30, a céu aberto, na Praça da Cidadania da UFSC, dentro do FITO (Festival Internacional de Teatro de Objetos, cuja programação completa pode ser vista aqui), Tom Zé [que, acabo de descobrir, está com site renovadíssimo] apresenta o show Música/Contramúsica. A entrada é gratuita. A concorrência, provavelmente, será grande. Para garantir um ângulo bom, convém chegar com alguma antecedência e ambientar-se com calma.

Por coincidência, há uns dois meses peguei emprestado na Bilica (Biblioteca Livre do Campeche) o livro Tropicalista Lenta Luta, em cuja noite de autógrafos estive presente aqui em Floripa, alguns vários anos atrás [e sugeri à Neusa, mulher e produtora, que fizessem em algum momento um show ao ar livre na UFSC, coisa que acontece agora e para a qual não fiz nenhum movimento prático… a vida é sonho]

A leitura [de Tropicalista Lenta Luta] é muito recomendável a qualquer um que faça ou goste de música. Ali o Tom Zé narra, entre várias outras coisas, como se deu o surgimento da Escola de Música da Bahia, na UFBA, genialmente conduzida por Koellreutter, propiciada pela viagem quixotesca de um reitor, nas palavras do Tom Zé, luciferino.

Ainda não li nada sobre esse espetáculo novo, chamado Música/Contramúsica. Sei que o último disco dele é O Pirulito da Ciência, precedido de Estudando a Bossa e, antes, Danç-êh-Sá. Aliás, a menos que se esteja 24h antenado no que acontece, é bem provável que se perca alguma das novas criações desse artista tão prolífico quanto pouco ouvido, ainda. É claro que existe muita gente que aprecia e venera o som dele, mas, convenhamos, mesmo depois do documentário Fabricando Tom Zé, não chegou a ser conhecido e tocado nas rádios como outros artistas contemporâneos.

A quem já viu, sei que não é necessário propagandear nada. A quem nunca viu Tom Zé ao vivo, digo: abrace um lugar do qual dê pra sentir a potência criativa e performática do baiano cosmopolita!



Oficina prática em COMUNICAÇÃO COLABORATIVA e JORNALISMO CIDADÃO

13/10/2010

Para ampliar, clique na imagem

A oficina pode ser realizada individualmente ou em grupo, a qualquer momento e em qualquer parte da cidade de Florianópolis, conforme a demanda.

Esta é uma idéia (ainda acentuada enquanto a lei ortográfica permite, até 2012) que estava na cabeça há tempo.

A realização chegou agora.

Quando se trata de comunicação na internet, há dois extremos: blogs simples criados sem muitos recursos nem identidade própria ou sites ultra-high-tech, em flash ou afins, que custam os olhos da cara e mantêm os proprietários alienados de senhas, tendo que recorrer a um webmaster que os trata quase como reféns. Com esta proposta a intenção é viabilizar um meio termo cuja prioridade seja a comunicação eficaz, baseado no conceito de autonomia plena.

As datas estão em aberto, e serão definidas conforme a demanda. Há horários disponíveis tanto durante a semana letiva (à noite, entre 20h e 21h30) ou nos finais de semana. O espaço locado para ministrar a oficina tem 7 computadores disponíveis, com acesso à internet em banda larga. Para participar, não é necessário ter nem levar laptop próprio.

Em suma: entre sem site ou com um blog comum e termine a oficina com um site pronto, com o conhecimento necessário sobre como administrá-lo.

A quem acreditar na proposta, peço ajuda na divulgação (salvem o cartaz e republiquem no meio que quiserem).


Undó Aigô – curta-metragem com exibição gratuita na Semana Ousada

24/09/2010

para ampliar, clique sobre a imagem

O vídeo – com duração de 27 min. – faz parte da Mostra de Curtas UDESC, que acontece dentro da programação de cinema da 3a Semana Ousada de Artes UFSC e UDESC.

A programação completa e as sinopses estão no site: http://www.semanaousada.ufsc.udesc.br/

Sexta-feira, 24 de setembro, às 19h, na Arena do CEART/UDESC. Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Evento aberto ao público.


Mais um rio aflui no oceano cultural de Florianópolis

27/11/2009

clique na imagem para acessar o site

Como é o lema do Obrér Cultural encontrar a solução em vez de procurar o problema, mais uma iniciativa merece apoio aqui na Ilha.

É o Floripa Cultura, que no dia 08.10.09 teve seu primeiro post publicado.

Vem para confirmar que as coisas acontecem, sim, em Floripa. E tem muita coisa acontecendo à margem da chamada cultura de massa. Talvez baste omitir a preposição no termo, e temos a cultura massa! A cultura bacana, o documentário sobre Gentil do Orocongo, a cultura viva, a cultura que transforma a (so)ci(e)dade e nos dá circulação energética. Lá podemos encontrar vídeos, fotografias, entrevistas e matérias sobre acontecimentos e pessoas interessantes da cidade. Tem visibilidade também a via pública da arte, ou seja a arte na via pública, como faz o retratista Antônio Reinaldo Borges, por exemplo, usando grafite, que é útil também para desemperrar dobradiças rígidas.

O site é tocado pelas jornalistas Luciene Kumm e Simone Nunes Verzola. Vale a visita.


%d blogueiros gostam disto: