DOC BRASIL – Ernesto Varela, o repórter – nesta quinta de graça na Fundação Cultural Badesc

07/06/2010

Marcelo Tas é hoje amplamente conhecido pela participação no CQC como âncora. A verdade é que décadas atrás fazia algo semelhante (ainda que com um tom menos juvenil) em parceria com Fernando Meirelles, na produtora Olhar Eletrônico. Os curiosos já podem ter fuçado o youtube em busca de vídeos do repórter Ernesto Varela, ou encontrado o pórprio site do Tas. Esta semana será possível assistir de graça a várias reportagens na tela grande e sem pixelização (os benditos quadradinhos gráficos binários).

Recebi do Zé Rafael Mamigonian, diretor do bonito documentário Seo Chico, um retrato. É ele o curador da seleção. Reproduzo:

Continue lendo »

Anúncios

Ciclo Adeus Eric Rohmer, grátis esta semana no Museu Victor Meirelles

08/02/2010

clique na imagem para acessar o site do MVM

Reproduzido a partir de mensagem informativa do MVM:


Dias 9, 10, 11 e 12 de fevereiro de 2010 às 18h30

Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

O Projeto Agenda Cultural 2010 apresenta uma programação especial dedicada ao diretor francês Eric Rohmer (1920-2010), recentemente falecido em 11 de janeiro último. A exibição contemplará os Contes des quatre saisons (Contos das quatro estações), filmados por Rohmer ao longo da década de 1990. O evento é uma parceria do Museu Victor Meirelles, da Aliança Francesa e da Cinemateca da Embaixada da França. Todos os filmes possuem legendas em português.

Na abertura do ciclo, na terça-feira, dia 9, após a exibição de “Conto de Primavera” haverá um debate com o cineclubista Gilberto Gerlach. Logo após a sessão de quinta-feira, será exibido o documentário La Fabrique du Conte d´été, dirigido por Jean-André Fieschi em 2005. Trata-se de um documentário sobre o filme Conto de Verão, de Rohmer.

Programação

09 de fevereiro – Conto de Primavera (Conte de Printemps, 1990)

10 de fevereiro – Conto de Inverno (Conte d´hiver, 1992)

11 de fevereiro – Conto de Verão (Conte d´été, 1996), seguido de La Fabrique du Conte d´été (direção: Jean André Fieschi, 2005).

12 de fevereiro – Conto de Outono (Conte d´automne, 1998)

Sobre Eric Rohmer

“Em 1952, Eric Rohmer inicia sua carreira com a realização de Les petites filles modèles que ele não chega a finalizar em virtude de uma produção deficiente. Em 1959, ele efetua um novo ensaio com Le signe du lion com produção de Claude Chabrol. O filme é um fracasso, não se beneficiando do entusiasmo que suscitavam então os filmes da Nouvelle Vague. Será apenas em 1969 que Rohmer chamaria a atenção da crítica com Ma nuit chez Maud, com Jean-Louis Trintignant e Françoise Fabian nos papéis principais. Os temas favoritos de Rohmer aparecem claramente definidos: o sentimento amoroso, a investigação sobre o universo feminino, os reencontros. O cineasta se lança num projeto ambicioso: sob o título de Contes moraux, ele reúne diversos filmes tal qual: La boulangère de Monceau (1962), La collectionneuse (1966) e L’amour l’après-midi (1972). Eric Rohmer gostava de trabalhar em todas as partes de seus filmes: ele escrevia os roteiros perpassados por narrativas com elementos autobiográficos. Fiel na escolha de seus colaboradores, ele convocou diversas vezes o diretor de fotografia Nestor Almendros, figura emblemática da fotografia da Nouvelle Vague. O estilo de Rohmer é bem característico: a ação se desenrola lentamente, os diálogos são simples, os atores não parecem estar sendo dirigidos, como se eles improvisassem serenamente. Cada plano é composto como um quadro, evocando Gauguin e os impressionistas. Ao longo dos anos 1980, Rohmer roda seus novos filmes, Pauline à la plage (1982) ou Les nuits de la pleine lune são saudados pela crítica. No início dos anos 1990, ele empreende um novo ciclo de contos, cada um evocando uma estação, sendo o último, Conte d’automne, lançado em 1998. Mudando completamente o tom em 2000 com L’anglaise et le duc, afresco histórico com o fundo da Revolução Francesa onde uma jovem inglesa fiel ao Rei se eleva por seus ideais. Em 2003, Rohmer realiza Triple agent, história de um casal russo refugiado em Paris após a revolução bolchevique. Último filme, Les amours d’Astrée et Céladon (2007), revisita o mito pastoral de Honoré de Urfé, num quadro onde reinam as crenças e tradições.” (Texto extraído de Ciné-Ressource, catálogo das bibliotecas e arquivos de cinema franceses, do website da  Cinémathèque Française).

Filmografia completa

http://cinema.encyclopedie.personnalites.bifi.fr/index.php?pk=12915

Mais informações: Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles, 59 – Centro – Florianópolis (48) 3222 0692
museu.victor.meirelles@iphan.gov.br
www.museuvictormeirelles.org.br


Mauricio Jorquera dá oficina de Clown diferente, na Casa das Máquinas

27/11/2009

Para ampliar, clique na imagem

Que tal misturar a filosofia dramática clown com a abordagem do contato-improvisação? Quer ver no que pode dar esse samba? Que tal convocar pessoas para ir à Casa das Máquinas?

O QUÊ: Oficina de Clown e contato-improvisação, com Mauricio Jorquera.

QUANDO: 28 e 29 de novembro, das 10h às 13h.

ONDE: Na Casa das Máquinas, espaço cultural que fica atrás do casarão Bento Silvério, na chamada Pracinha da Lagoa.

QUANTO: A oficina custa 35 reais.

No cartaz, mais informações sobre Mauricio Jorquera.


Teleplastias, de Walmor Corrêa: resta menos de uma semana para ver a exposição

22/09/2009

Ondina - Walmor Corrêa (foto: Felipe Obrer)

O QUÊ: Exposição Teleplastias, de Walmor Corrêa.

ONDE: Na Fundação Cultural Badesc (que fica no centro, perto do TAC, subindo a Visconde de Ouro Preto -que é a continuação da Rua dos Ilhéus).

QUANDO: Durante a semana letiva, em horário análogo ao comercial, até o dia 30 de setembro.

QUANTO: Entrada franca. Gratuito.

Saiba mais sobre o processo de montagem da exposição neste link do blog da Fundação Cultural Badesc

Visite o site oficial do artista.


Lançamento, em duas sessões gratuitas, do documentário ENTRELINHAS

30/08/2009
para ampliar, clique na imagem

para ampliar, clique na imagem

Assim como aconteceu com MACIÇO, documentário anterior de Pedro MC, as exibições serão seguidas de debate, o que é louvável. A Fundação Cultural Badesc, mesmo não tendo um espaço amplíssimo, é um ambiente bem propício para boas exibições. O chão é de madeira.

O QUÊ: Exibição do Documentário ENTRELINHAS, de Letícia Cardoso e Pedro MC

QUANDO: Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

ONDE: Fundação Cultural Badesc (Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis) Fone 3224.8846

HORÁRIO: Primeira Sessão 19h / Debate 20h / 2ª Sessão 21h

DEBATEDORES: José Geraldo Couto e Maria Cristina Riesinger Pereira

ENTRADA: Gratuita

INFORMAÇÕES: Website: http://entrelinhasdoc.tumblr.com

E-mail: entrelinhas.doc@gmail.com
Pedro MC  | pedromc@terra.com.br  |  8405.5375 / 3025.5375
Letícia Cardoso  |  cardoleticia@gmail.com  |   9926.4224 / 3025.5066

Abaixo, texto de divulgação produzido pelos diretores:

Continue lendo »


Flamenco de La Niña – apresentação de dança no Sol da Terra

24/08/2009
para ampliar, clique na imagem

para ampliar, clique na imagem

O espetáculo tem uma motivação louvável: arrecadar fraldas (das marcas Pampers, Johnsons ou Turma da Mônica, tamanhos P, M ou G) para uma bebê que está a caminho, como se deduz da imagem de divulgação.

O QUÊ: Flamenco de La Niña

QUANDO:
no dia 30 de agosto de 2009, às 19h.

QUANTO: 1 pacote de fraldas (que se encaixe nas marcas e tamanhos citados acima)

ONDE: No Espaço Cultural Sol da Terra, na Lagoa da Conceição.


Oficina de Instrumentos e Ritmos Mediterrâneos com Ermanno Panta – fotografias

15/08/2009


_MG_3730, upload feito originalmente por Felipe Obrer.

A oficina aconteceu no dia 14 de agosto de 2009, entre as 16h e as 18h. Foi uma experiência muito agradável. Recomendo vivamente a quem puder, quando souber de nova oficina com esse italiano arretado, ir.

Para ver álbum com 117 fotos no Flickr, clique aqui. Se quiser ir diretamente à apresentação de slides, então clique aqui.


%d blogueiros gostam disto: