Ilha da Música Ilhada >> Introdução (im)provisória + Take 2

12/03/2012

Introdução (im)provisória + Take 2.


Roteiro de cinema – oficina gratuita com Tabajara Ruas

05/09/2009
clique na imagem para acessar o site do MVM

clique na imagem para acessar o site do MVM

Netto perde sua alma - Foto de Cena (Still de MarcusV - www.mvestudio.com.br - Divulgação - Todos os direitos reservados)

Netto perde sua alma - Foto de cena (Still de MarcusV - Marcus Vinícius Jung Martins - Divulgação - Todos os direitos reservados)

Assisti Netto Perde Sua Alma em uma edição do FAM (Florianópolis Audiovisual Mercosul) quase uma década atrás. A memória já é um tanto vaga, e ainda assim lembro de um filme intenso. Tabajara Ruas é também escritor. Lembro de algum romance histórico dele sobre a Guerra do Paraguai.

Pelas peculiaridades que deve ter, como diretor de cinema gaúcho, portanto até certo ponto fora do eixo cinematográfico sudestino brasileiro, a idéia de uma oficina com ele suscita curiosidade. É bem provável que aborde a feitura de roteiro de um jeito também diferente do que se aplica aos filmes com maior apelo comercial.

Não posso, por ignorância, dizer muito mais. Mas considero valiosa a dica que segue abaixo. Bom proveito!

O quê: Oficina “Três filmes, três roteiros”, com Tabajara Ruas.

Onde: Sala multiuso do Museu Victor Meirelles.

Quando: 28 e 29 de setembro de 2009, carga horária de 08h/a, distribuídas em duas tardes das 14h às 18h (certificados serão emitidos apenas para os inscritos que obtiverem 75% de freqüência na oficina).

Quanto: Gratuita.

Pré-inscrições até o dia 20 de setembro. (Veja mais informações ao final do texto)

TRÊS FILMES, TRÊS ROTEIROS

Oficina de roteiro cinematográfico

com Tabajara Ruas

O Projeto Agenda Cultural 2009 do Museu Victor Meirelles promoverá, nos dias 28 e 29 de setembro, a oficina “Três filmes, três roteiros”, com o diretor e roteirista Tabajara Ruas. A atividade terá por objetivo oferecer os princípios básicos do roteiro cinematográfico e fornecer ao público a possibilidade de construção de suas próprias narrativas. A oficina será ministrada em dois períodos vespertinos, com a seguinte programação:

Programação:

Continue lendo »


Escrita

30/05/2009

Os poucos que acompanham o obrér cultural, que virou isso há não muito tempo, sabem que alguma coisa mudou por aqui. Hoje. De uma disposição gráfica que privilegiava o impacto estético migrou para uma estrutura mais funcional. Em lugar de quatro colunas, cuja estreiteza tornava cansativa a leitura, além de confusa a distribuição das informações, temos agora apenas duas, sendo a da esquerda mais larga, que cria por isso espaço para o que faço também: escrever.


%d blogueiros gostam disto: