Placa do marco do campo de aviação

18/02/2010


Placa do marco do campo de aviação (Felipe Obrer) (tratada), upload feito originalmente por Felipe Obrer.

Anúncios

Marco do campo de aviação no Campeche

18/02/2010


Trino se apresenta com Dona Neco e Niquinha no Sol da Terra, de graça

05/10/2009
clique na imagem para ampliar

clique na imagem para ampliar

Recebi a seguinte mensagem da Ive:

Olás,

o Trino se apresenta novamente, desta vez com a felicidade de contar com a participação de Dona Neco e Niquinha, cantadoras de Terno de Reis do Campeche. Elas se apresentarão antes de nós, acompanhadas de sanfona e rabeca, num show de aproximadamente quarenta minutos. O Trino tocará em seguida e tocaremos junto com elas um pouquinho. O show vai acontecer no Espaço Cutural Sol da Terra, nesta terça-feira, dia 06 de outubro. Estão todos convidados! Abraços, Ive Luna.

Serviço:
O quê: Trino – Ive Luna – voz / Osvaldo Pomar – percussão / Pedro Cury – violão
Quando: 06 de outubro /20h
Onde: Espaço Cultural Sol da Terra – Rua Afonso Delambert Neto, 885 – Lagoa da Conceição – 32322303
Quanto: Entrada franca

Continue lendo »


Rancho de pesca do Seo Getúlio, no Campeche

12/09/2009

IMG_1023, upload feito originalmente por Felipe Obrer.

 


Getúlio, filho do Seo Deca Rafael Inácio, na praia do Campeche

10/09/2009


IMG_0992, upload feito originalmente por Felipe Obrer.

O Seo Deca Rafael Inácio conviveu, décadas atrás, com Antoine de Saint Exupéry, quando este trabalhava na Aeropostale, correio aéreo francês.


Miniatura do avião usado por Antoine de Saint Exupéry

10/09/2009

IMG_0901, upload feito originalmente por Felipe Obrer.

A réplica fica exposta no Espaço Zeperri, no fundo da Pousada Zé Perri, na praia do Campeche, Florianópolis, SC.


Biblioteca Livre do Campeche – Bilica

08/08/2009

Bilica - Biblioteca Livre do Campeche (Divulgação)

É um espaço comunitário povoado de livros e pessoas.

Criada por um grupo de moradores do bairro do Campeche, em Floripa, a Bilica está já no segundo ano de vida.

A idéia de criar o ambiente literário nasceu como nascem as boas idéias: em uma festa entre amigos. As pessoas desse grupo, insatisfeitas com o cenário cultural semi-desértico do Campeche, decidiram encampar a empreitada de fundar uma biblioteca livre. E quando digo livre é no sentido de liberdade e ausência de grandes burocracias mesmo. Para ter direito a tomar livros emprestados, não é necessário mais que fazer um cadastro simples, com nome, telefone e endereço, nada além disso. Não existe limitação geográfica para se cadastrar. A biblioteca é aberta a usuários de outros bairros, não ficando restrita apenas ao Campeche ou ao sul da ilha. Qualquer um pode usufruir do acervo.

Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: