Cultura em Floripa: grupo é meio de divulgação e proposição de atividades culturais e artísticas na cidade

31/08/2011

 

Floripa não é só praia

 

Está em atividade o grupo Cultura em Floripa, no Facebook, há alguns meses. Suscitou muitas adesões e conta, neste momento, com mais de 700 membros. A participação é aberta.

Lá têm acontecido interações proveitosas entre as pessoas que produzem, divulgam e apreciam a fruição cultural na cidade.

Diz a descrição:

“A finalidade do grupo é servir como meio de divulgação e proposição de atividades culturais na Ervilha da Magia (e nos 3% continentais da cidade também). Vale sempre lembrar que, em Florianópolis, costumamos reclamar muito, mas as coisas acontecem. O que falta é que as pessoas fiquem sabendo e frequentem.

Por favor, um pedido aos membros: ao publicar no mural do grupo, pensar sempre se a postagem cabe no foco que temos por aqui e é, como dito acima, propor e divulgar atividades artísticas e culturais na cidade. Caso o tema seja outro, existem muitos outros lugares adequados. Por aqui, seria interessante mantermos a relevância temática.

A fotografia (por Felipe Obrer) usada na página do grupo é ilustrativa: um bate-estacas que ultrapassa em altura a torre da catedral. Não somos santos, mas vamos fazer mais barulho do que a construção (ci)vil.

É bom ter clareza, também, de que esta rede social é apenas uma parte da internet, e que a internet é apenas uma parte, feita de bits, não átomos, da vida. Convém passar adiante as notícias pessoalmente, sempre! O que nos faz humanos é a presença real.”

Usa Facebook? Quer saber o que está acontecendo na cidade, para além das críticas e do pessimismo ressentido? Quer fazer parte de uma rede que articula ações e fomenta as coisas bacanas que acontecem, desfazendo o mito de que a Ilha de Santa Catarina tem que viver só do turismo de praia? Podemos fazer da cultura, na cidade, um belo atrativo também.

 

Para quem acha que só internet não basta, está em articulação um encontro presencial para breve.


Barca dos Livros – programação do mês de setembro

02/09/2009

Barco do Seo Getúlio, na praia do Campeche (foto: Felipe Obrer)

Merece destaque o programa gratuito Viola e Histórias da tradição oral, que tem participação do violeiro Paulo Freire. Se não souber quem ele é e tiver curiosidade, leia entrevista que fiz com o violeiro há cerca de 2 anos.

Fonte das informações: Site da Barca dos Livros

A Escola vai à Barca – visita das escolas à Biblioteca, com sessões de leitura e narração de histórias
Agendamento prévio pelo telefone 3879-3208
Dias 02, 09, 16, 23 e 30 (quartas-feiras), às 10h, 14h e 16h, gratuito

Quintas Literárias – Ciclo de Leituras de Shakespeare
Obra: Hamlet – Leitura compartilhada, aberta a todos.
Coordenação: Tânia Piacentini
Dias 03, 10, 17 e 24 (quintas-feiras) das 19h às 21h, R$ 5,00 por sessão

Encontro com o Autor: Projeto de Leituras com o escritor Henrique Schneider, apresentando Contos da Vida Breve – Circuito Nacional.
Dia 05 (sábado), às 20h, gratuito

Causos Violados – Viola e histórias da tradição oral, com Paulo Freire
e Sergio Bello
Para crianças de todas as idades e adultos.
Dia 12 (Sábado), às 18h, gratuito.

Histórias na Barca dos Livros – Três passeios de barco na Lagoa da Conceição, com livros, leituras, narração de histórias e música, numa viagem inesquecível.
Dia 13 (domingo), às 15h, 16h e 17h. Crianças: gratuito; maiores de 16 anos: R$ 5,00

Sarau de Histórias – Contos Perfumados
Coordenação: Sergio Bello
Dia 26 (sábado), às 20h, R$ 5,00

Consultas e Renovações: consultas relativas ao acervo e renovações de livros podem ser feitas através do email: emprestimo@amantesdaleitura.org


Biblioteca Barca dos Livros – programação de agosto de 2009

10/08/2009

A Barca dos Livros é um desses projetos que, assim como a Bilica, em Floripa, não se pode deixar de conhecer, apoiar e participar. Daqui por diante, o Obrér Cultural vai divulgar mensalmente a agenda da Barca.

Aqui vai a programação de Agosto:

Continue lendo »


Opine sobre a cultura de Florianópolis

30/05/2009

%d blogueiros gostam disto: