Projeto Cinema Falado, do MVM, exibe nesta quinta-feira filme argentino Histórias Mínimas

clique na imagem para acessar o site do MVM

clique na imagem para acessar o site do MVM

Cinema Falado do Museu Victor Meirelles

Histórias Mínimas – ARG – 2002

Direção de Carlos Sorin

Mediação: Alessandra Brandão

Dia 10 de setembro 2009, quinta-feira, 18h30min

Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

Rua Victor Meirelles, 59, Centro – Florianópolis

Tel. 48  3222-0692

Entrada Gratuita

Nesta quinta-feira, dia 10 de setembro, o Cinema Falado exibe o filme argentino Histórias Mínimas, do diretor Carlos Sorin.  A sessão é gratuita e tem início às 18h30min, na sala Multiuso do Museu Victor Meirelles.

Para mediar o debate da noite, o Cinema Falado convidou Alessandra Brandão, professora do Curso de Cinema da Unisul, especialista em Comunicação Comparada – Cinema e Vídeo – e mestre em Cinema Latino-Americano.

Histórias Mínimas retrata diferentes histórias de três personagens de um mesmo povoado humilde da Patagônia, na Argentina. Cada um deles viaja pela região com destino à pequena cidade de San Julián, cada um com uma busca, um objetivo próprio, e nessa viagem suas vidas se cruzam algumas vezes. Eles são: Maria Flores (Javiera Bravo), Don Justo (Antonio Benedicti) e Roberto (Javier Lombardo). María, jovem e com uma criança ainda de colo, precisa ir a San Julián para participar de um programa de televisão, onde ganhou a oportunidade de concorrer a alguns prêmios. Don Justo, um senhor que ao saber do possível paradeiro de seu cachorro foragido, quer ir resgatá-lo, também em San Julián. Roberto é um vendedor que pretende conquistar o amor de uma de suas clientes que vive naquela cidade.

Rodado em sua maior parte na estrada, onde as paisagens são sempre campos abertos da Patagônia, o filme expõe de maneira delicada e sutil a solidão de cada personagem. Expõe também, singela e humildemente a eterna busca do ser humano. Independente da idade, do sexo, estilo de vida, todos estão buscando algo. A busca em si é a própria esperança. No filme, Roberto busca o amor; María, conquistar o prêmio no programa de televisão e Don Justo, resgatar seu cão, que ele diz ser o único que o conhece de verdade.

Com a trilha sonora impecável de Nicolás Sorin, filho do diretor, e com a direção de fotografia belíssima de Hugo Colace – ambas premiadas -, somos levados pelas lindas paisagens da Patagônia e sua exuberância natural, neste que parece ser um filme que reverencia, não a chegada de uma caminhada, mas sim o caminho que cada um escolhe tomar a cada momento.

Lançado em 2002, Histórias Mínimas é um dos mais premiados filmes do cineasta argentino Carlos Sorin, conhecido por trabalhar com a captação do cotidiano. Sorin tem ainda outra característica importante em seu trabalho que é a utilização de não-atores. Segundo os críticos, ele busca com isso o não estrelismo nas telas, o que permite uma ótica mais popular das suas obras.

Histórias Mínimas recebeu 22 prêmios e sete indicações nos mais renomados festivais de cinema por onde passou. Só na Argentina foram oito premiações, além do México, Uruguai, Portugal, Colômbia, Suíça, Espanha, Cuba, Peru, Los Angeles e Noruega.  Outros trabalhos conhecidos do cineasta são O Cachorro (El Perro, de 2004) e A Janela (La Ventana, de 2008).

Cinema Falado do Museu Victor Meirelles

Histórias Mínimas – ARG – 2002

Direção de Carlos Sorin

Mediação: Alessandra Brandão

Dia 10 de setembro 2009, quinta-feira, 18h30min

Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

Rua Victor Meirelles, 59, Centro – Florianópolis

Tel. 48  3222-0692

Entrada Gratuita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: