Biblioteca Livre do Campeche – Bilica

Bilica - Biblioteca Livre do Campeche (Divulgação)

É um espaço comunitário povoado de livros e pessoas.

Criada por um grupo de moradores do bairro do Campeche, em Floripa, a Bilica está já no segundo ano de vida.

A idéia de criar o ambiente literário nasceu como nascem as boas idéias: em uma festa entre amigos. As pessoas desse grupo, insatisfeitas com o cenário cultural semi-desértico do Campeche, decidiram encampar a empreitada de fundar uma biblioteca livre. E quando digo livre é no sentido de liberdade e ausência de grandes burocracias mesmo. Para ter direito a tomar livros emprestados, não é necessário mais que fazer um cadastro simples, com nome, telefone e endereço, nada além disso. Não existe limitação geográfica para se cadastrar. A biblioteca é aberta a usuários de outros bairros, não ficando restrita apenas ao Campeche ou ao sul da ilha. Qualquer um pode usufruir do acervo.

O projeto é sustentado por pessoas, mais que por instituições. Embora a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) participe com um projeto de extensão chamado Organização do Acervo da Biblioteca Livre do Campeche, os custos não são bancados pela instituição de ensino superior. O aluguel da sala onde a biblioteca funciona, por exemplo, é dividido entre quinze pessoas que contribuem mensalmente, num modelo de financiamento estilo “vaquinha”.

A existência da Bilica propicia também outros encontros, além das letras. Acontecem, aconteceram ou acontecerão no espaço da casa de livros atividades como oficina de Tai-chi-chuan, conversação em inglês, aula de música, aula de espanhol, reforço escolar, além de propostas pontuais e interessantes como consultoria jurídica para pessoas de baixa renda.

A Bilica é um organismo mutante. O maior bem do projeto é o capital humano. As atividades são tocadas por voluntários, cujo número total oscila sazonalmente, mas já chegou ao patamar de 50 pessoas.

Todo o acervo foi formado a partir de doações, que seguem acontecendo quase diariamente. Cada livro recebe, na primeira página, um carimbo no qual é inscrito o nome do doador. O processo de organização do acervo está em andamento, e aos poucos vai ser possível ter noção numérica exata. Por enquanto, temos apenas uma aproximação: o acervo gira em torno dos 10.000 livros. Vale frisar que as doações recebidas pela Bilica somaram aproximadamente 40.000 exemplares. Como o espaço físico é relativamente pequeno, os livros sobrantes foram encaminhados para outras instituições interessadas. Os critérios para definir o que fica e o que é passado adiante ainda estão em construção, mas basicamente são priorizadas a literatura infanto-junvenil, a literatura adulta, os livros didáticos e técnicos. Há também uma seção de periódicos interessante.

Como o projeto é aberto, livre e baseado em trabalho voluntário, as articulações dos membros da Bilica é que fazem as coisas acontecerem. O acesso à internet, por exemplo, foi cedido pela prestadora sem custo para o projeto. Assim aconteceu também com o sistema de alarme instalado na sala. E assim acontece com as pessoas que se dispõem a doar tempo para enriquecer a proposta ainda mais.

É um projeto bonito, e muito necessário. Trabalhando há uma semana como voluntário no período da manhã, percebo a sensação boa que as pessoas têm ao aproveitar o acesso livre aos livros.

Um último detalhe interessante, que denota com ênfase a proposta livre da iniciativa: não há nenhum tipo de multa em caso de atraso ou demora na devolução. Em lugar de punição, confiança no ser humano.

Para ver mapa, clique aqui

A Bilica, como já foi dito, é mantida com doações. Contribua!

Para contribuições a conta é no Banco do Brasil:

Agência: 4397-4

conta: 11156-2

Associação dos Amigos da Biblioteca Livre do Campeche/ CNPJ – 10.773.799/0001-02

Onde Fica

Na Avenida Campeche, ao lado da vídeo-locadora Bela Arte. No sentido Campeche-Lagoa da Conceição, fica um pouco depois do mercado Dezimas, à mão esquerda.

O endereço formal é Avenida Campeche, número 2157.

Por Que Ir

Porque ler é motivar a formação de uma tela de cinema dentro da cabeça.

Quando Ir

A Biblioteca está aberta todos os dias úteis. Das 9h às 12h e das 15h às 18h. Aos sábados, abre apenas à tarde, das 14h às 18h.

Quem Vai

Moradores do Campeche e de outras regiões de Florianópolis. Crianças, jovens, adultos, idosos.

Escolas podem agendar visitas de turmas pelo e-mail bilicampeche@gmail.com

Quanto Custa

Tudo o que acontece na Bilica é absolutamente gratuito.

Os usuários têm direito a tomar emprestados três livros de cada vez, durante um período de 15 dias, renovável por mais 15.

Contato

48 3238 2186
bilicampeche@gmail.com

extraído de: http://www.overmundo.com.br/guia/bilica-biblioteca-livre-do-campeche-3

Anúncios

One Response to Biblioteca Livre do Campeche – Bilica

  1. […] Barca dos Livros é um desses projetos, assim como a Bilica que, em Floripa, não se pode deixar de conhecer, apoiar e participar. Daqui por diante, o Obrér […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: