Cine Cult exibe comédias francesas a preço popular dentro do Ano da França no Brasil

31/05/2009
Ano da França no Brasil

Ano da França no Brasil


Clique aqui
para ver a programação oficial.

De 29/05 a 04/06: SENHORITA (Mademoiselle)
França, 2000, Drama, 85 Min., Livre
Direção: Philippe Lioret.
Elenco: Isabelle Candelier, Jacques Boudet, Jacques Gamblin, Sandrine Bonnaire, Zinedine Soualem.
Sinopse: Claire é, como se diz, uma moça um pouco careta. Certo dia, encontra Pierre, ator itinerante . Logo após conhecer Pierre, Claire perde o trem de volta para casa e é convidada pela troupe a viajar de carro. Durante o trajeto, Claire parece descobrir uma nova vida ao lado de Karim e Alice, e acaba envolvendo-se com Pierre. Após o breve encontro de amantes, a tímida Claire já não é mais a mesma…

Em Floripa a rede Cinemark é parceira do projeto Cine Cult e tem salas no Floripa Shopping. A sessão acontece todos os dias às 15h10 e o ingresso custa R$ 4.

Anúncios

Curta Petrobras às 6 no Espaço Cultural Sol da Terra

31/05/2009

curta às seis (divulgação - todos os direitos reservados)

Entre os dias 22/05/09 e 16/06/09 o tema é INOCÊNCIA

Os curtas programados são

PIRUETAS – 2007

Direção: Haroldo Borges

Roteiro: Haroldo Borges e Paula Gomes

Elenco:
Annalice Mascarenhas
Fernando Neves
Lucas Wilber

Filmografia:
Piruetas – 2007
Noite de Marionetes – 2006

PASSO – 2007

Direção e roteiro: Alê Abreu

Produtora: Estúdio-Elétrico

Prêmios:
Menção Honrosa no Animacór- Festival Internacional de animação de Córdoba – 2007
Melhor Curta no Festival de Cinema de Ribeirão Preto – 2007
Melhor Curta – Júri Popular no Festival de Cinema de Ribeirão Preto – 2007
Menção Especial do Juri no Imagem em 5 minutos – 2007
Menção Honrosa no Imagem em 5 minutos – 2007
Prêmio do Público no Imagem em 5 minutos – 2007

Filmografia:
Passo – 2007
Espantalho – 1998
Sírius – 1993

ILHA DO RATO – 2005

Direção e roteiro: Bernard Attal e Joselito Crispim

Produtora: BA DO BRASIL

Elenco:
Vinicus da Silva
Jackson Aragão
Edna Nascimento

TORI – 2006

Direção: Andréa Midori Simão & Quelany Vicente

Roteiro: Andréa Midori Simão, Marcelo Marcati & Quelany Vicente

Elenco:
Caroline Shigeoka
Marie Moritani Simão
Rayane Shiaku Pompeo
Helena Albegaria
Daniel Fujii
Leslie Marko

Filmografia de Andréa Midori Simão:
Tori – 2006
Ligação Lagarta – 2005
Crise de Identidade – 2004
Playback – 2003

Filmografia de Quelany Vicente:
Tori – 2006
Descompasso – 2005
Crise de Identidade – 2004
Cinzas – 2004
Playback – 2003

Contato:
quelany@gmail.com

Fonte das informações: http://www.curtaasseis.com.br/

Os filmes são exibidos em sequência e a entrada é sempre franca.


Opine sobre a cultura de Florianópolis

30/05/2009

Cineasta francês Michel Ocelot vem para a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

30/05/2009
Michel Ocelot at a screening of Azur & Asmar - 17 (fotografia de Steve Rhodes)

Michel Ocelot at a screening of Azur & Asmar - 17 (fotografia de Steve Rhodes)

Logomarca França.br - Ano da França no Brasil

Ele vai estar por aqui. Segundo a divulgação que me chegou por e-mail “É a primeira vez que Ocelot vem à América Latina. Depois de Florianópolis, o cineasta segue para Montevidéu, no Uruguai, para participar do Divercine (Festival Internacional de Cinema para Crianças e Jovens) e retorna para o Brasil onde participa no Rio de Janeiro e em São Paulo do Anima Mundi (Festival Internacional de Animação).” E diz também que “Serão exibidos quatro longas do diretor e uma seleção de curtas que foram lançados recentemente em DVD, na França.”

Para quem não conhece, ele dirigiu os filmes de animação Kirikou e a Feiticeira, Kirikou e os Animais Selvagens, As Aventuras de Azur e Asmar.

O texto de divulgação complementa: “Em Florianópolis, Michel Ocelot fará uma palestra sobre animação para estudantes, no dia 10 de julho, e no dia seguinte (11 de julho) conversa com crianças após uma sessão com três curtas-metragens do diretor. A 8ª Mostra de Cinema Infantil fará uma homenagem ao cineasta francês. Durante todos os finais de semana vão ser projetados os longas Kiriku e a Feiticeira, Kiriku e os Animais Selvagens, Príncipes e Princesas e Azur e Asmar. Haverá também uma exposição de cartazes e storyboards dos filmes.”

Assim que sair a programação oficial divulgo aqui também.


FAM (Florianópolis Audiovisual Mercosul) 2009 – programação

30/05/2009
Florianópolis Audiovisual Mercosul

Florianópolis Audiovisual Mercosul

Está se aproximando o início do FAM 2009, que vai do dia 5 ao dia 12 de junho.

Clique para ver a PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Confira também a já publicada programação da Mostra Curtas Mercosul

Veio uma proposta muito boa da assessoria de imprensa do FAM: que façamos cobertura sistemática da edição deste ano no Overmundo.

Recebi da assessoria de imprensa do FAM e transcrevo aqui:

Cinema para todos os gostos no FAM 2009

A 13ª edição do Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM 2009 está de casa nova. O tradicional e democrático evento, que todo ano apresenta ao público catarinense um panorama da cinematografia de diversos países, acontece de 05 a 12 de junho no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

Dividido em várias mostras simultâneas, todas com entrada gratuita, o FAM2009 promove a integração cultural ao reunir cerca de 200 produções audiovisuais, numa extensa maratona cinematográfica, que inclui diversos gêneros de ficção, animação e documentários em diferentes formatos – uma oportunidade única de conferir filmes de alta qualidade, que muitas vezes não encontram espaço no circuito comercial.

A Mostra de Longas abre o festival no dia 05 com o filme A Erva do Rato, de Júlio Bressane, que conta com os atores Selton Mello e Alessandra Negrini nos papéis principais. O público catarinense também poderá conferir, em primeira mão, produções do cinema sul-americano – como o filme argentino El Fin de la Espera, de Franciso D`Intino, o uruguaio Polvo Nuestro que estás em los Cielos, da diretora Beatriz Flores e La Buena Vida do chileno Andrés Wood. O encerramento do evento no dia 12 traz o recém-lançado Budapeste, de Walter Carvalho, uma adaptação do livro homônimo de Chico Buarque.

A concorrida Mostra Competitiva de Curtas traz 28 produções em 35 mm, com premiações em várias categorias, participação popular e início sempre às 19 horas. Além das
Mostras Competitivas de Vídeos (16 horas) e Infanto-Juvenil (9 horas) – sempre no auditório Garapuvu – que reúnem produções de todas as regiões do Brasil e países do Mercosul, o festival este ano apresenta nada menos do que 06 mostras paralelas, que oferecem um panorama singular de várias vertentes e culturas cinematográficas.

Neste que é Ano da França no Brasil, pela primeira vez o cinema francês é representado com uma mostra especial, organizada a partir do acervo do Cinefrance – Cinemateca da Embaixada Francesa no Brasil. A programação da Mostra Francesa reúne cinco documentários longa-metragem, um bloco com curtas em 35mm e outro com curtas de animação– uma seleção que permite acessar um gênero do cinema francês pouco difundido por aqui.

Pela terceira vez, o FAM abre espaço para uma mostra dedicada ao cinema português, oferecendo um panorama da produção lusitana na última década. Com o apoio do Instituto Camões, a Mostra Portuguesa reúne 07 longas de ícones do cinema português como João César de Monteiro, além da programação Onda Curta, que apresenta uma antologia do melhor da produção portuguesa em curta-metragem 35mm a partir dos anos 90.

A Mostra Fenaco Peru é composta por uma coleção de curtas de animação, documentário e ficção, vindos do Festival Nacional de Cortometrajes de Cusco, com representações das diversas regiões do Peru. Organizado por Inês Agresott, o público catarinense terá uma oportunidade única de conhecer um pouco da cinematografia peruana, responsável por obras como La Teta Asustada, ganhador do Urso de Ouro de melhor filme do Festival de Berlim.

Fruto de uma relevante iniciativa de levar o cinema para locais onde não se tem acesso à sétima arte, a Mostra La Cinta Corta apresenta pela primeira vez no Brasil, obras selecionadas do festival itinerante de mesmo nome, que já passou por países como Bolívia, Peru e Equador, difundindo obras do cinema latino-americano para novos públicos com exibições em locais alternativos.

A Mostra Cordobesa reúne uma série de curtas-metragens produzidos recentemente na região de Córdoba na Argentina. Já a Mostra Extra FAM apresenta uma seleção especial de documentários de longa-metragem, com filmes do Brasil, Uruguai, Bolívia e Argentina, além de produções catarinenses. E tem ainda a inovadora Mostra Vivo Art.mov com obras produzidas via telefone celular – o chamado Microcinema.

As exibições acontecem entre o dia 06 e 12 de junho no auditório Garapuvu no Centro de Cultura e Eventos da UFSC e auditórios da Reitoria, Cento de Comunicação e Expressão (CCE), Centro Tecnológico (CTC), Centro Sócio-Econômico (CSE) e Departamento Artístico e Cultural (DAC) – todos localizados no Campus Universitário.

Uma outra vertente que caracteriza o FAM é o Fórum Audiovisual do Mercosul, evento que reúne produtores, diretores, distribuidores e exibidores de vários países, debatendo temas como: políticas de integração audiovisual, convergência digital, editais de incentivo à produção e difusão de obras audiovisuais, além de lançamentos de livros, palestras e workshops.”

SERVIÇO:

FAM 2009
Data: 5 a 12 de junho
Local: Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina
Endereço: Campus Universitário – Trindade – Florianópolis

Horário:
Mostra de Longas – de 5 a 12 de junho – 21h
Mostra Competitiva de Curtas – de 6 a 11 de junho – a partir das 19h
Mostra Competitiva de Vídeos – de 6 a 11 de junho – a partir das 16h

Entrada Gratuita

Mais informações e programação:
www.audiovisualmercosul.com.br
www.audiovisualmercosul.blogspot.com


Escrita

30/05/2009

Os poucos que acompanham o obrér cultural, que virou isso há não muito tempo, sabem que alguma coisa mudou por aqui. Hoje. De uma disposição gráfica que privilegiava o impacto estético migrou para uma estrutura mais funcional. Em lugar de quatro colunas, cuja estreiteza tornava cansativa a leitura, além de confusa a distribuição das informações, temos agora apenas duas, sendo a da esquerda mais larga, que cria por isso espaço para o que faço também: escrever.


O que é esse tal de Creative Commons?

29/05/2009

Cada vez que vou explicar para alguém sinto que poderia encurtar o caminho, simplificar. Hoje encontrei este vídeo que sintetiza bem o que é o sistema de licenças Creative Commons. Vale ler também O Creative Commons e os direitos autorais, de Ronaldo Lemos, um dos fundadores do Overmundo e pesquisador dedicado a estudar modelos de negócios abertos.

Visite o site do Creative Commons no Brasil.


%d blogueiros gostam disto: